Mundo Afro - Exu

Sempre foi o mais comunicativo e alegre dentre os Orixás. Olorun quando o criou deu-lhe dentre outras funções a de comunicador entre tudo que existe, por isso, nas festas que se realizam  no orun (céu) ele tocava tambores e cantava para trazer alegria e animação a todos até que os outros orixás reclamaram do som alto dos tambores e cânticos. Exu parou de tocar e logo os outros orixás sentiram falta da alegria que sua música trazia foram lhe pedir que voltasse a cantar, mas ele se negou. Contudo prometeu que daria a função para a primeira pessoa que encontrasse e assim fez confiando a missão a um homem chamado Ogã. Deste dia em diante os homens que exercem essa cargo passaram a ser chamados dessa forma e são respeitados como verdadeiros pais nos terreiros de Candomblé.
Exu por não ter preferência por uma comida específica o orixá recebe no candomblé os mais variados tipos de iguarias, mas a farofa feita com azeite de dendê se tornou o símbolo do seu cardápio. 

Fonte: Babalorixá Sivanilton da Mata

Postagens mais visitadas deste blog

HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL PERÍODO JESUÍTICO (1549 · 1759)

Analise do quadro Monalisa de Leonardo da Vinci

Lançado o computador pessoal Apple Lisa