Fatos históricos do mês de julho - Parte I

Dia 2/1839 - Revolta no navio - Na Costa de Cuba: A bordo da embarcação espanhola La Amistad, 53 escravos recém-trazidos da África se revoltam. Sob a liderança de Joseph Cinqué, eles fazem com que um navegador os leve a caminho da terra natal. Mas eles são enganados, e a embarcação é capturada pela Marinha dos Estados Unidos. Os rebelados são presos em Connecticut. Em 1841, as forças contrárias à escravidão conseguem que a Suprema Corte coloque os escravos em liberdade. Em 1997, o caso foi retratado em um filme.
Eu me lembro
“Joseph Cinqué, como os espanhóis o nomearam, pronuncia seu nome em sua língua, Shinquau. Ele foi levado de seu país, na África, onde seu pai era um homem importante, e caiu nas mãos dos espanhóis que o colocaram dentro de um navio, onde estávamos todos nós. Em um mês, chegamos a Havana, onde desembarcamos, e depois fomos para outra embarcação, em que permanecemos mais um mês. Durante esse tempo, houve a briga em que o capitão foi golpeado fortemente. Foi pedido aos espanhóis que levassem o navio de volta para Serra Leoa, mas nos colocaram em outra direção. Depois disso, chegamos aqui e não sabíamos mais para onde ir.”
Anotações feitas em setembro de 1839 por Lewis Tappan, um dos escravos que estavam a bordo do La Amistad

Dia 4/1054 - Explosão estelar - Na China: A supernova que deu origem à nebulosa do Caranguejo é observada por astrônomos chineses. Seu brilho era tão forte que foi possível vê-la durante o dia por algumas semanas, e durante a noite por dois anos. Foi o maior evento do gênero já registrado.

Dia 6/1687 - Revolução científica - Em Londres: Escrito em três volumes pelo físico britânico Isaac Newton (1643-1727), o livro Philosophiae Naturalis Principia Mathematica (“Princípios Matemáticos da Filosofia Natural”) é publicado pela primeira vez e traz reconhecimento imediato ao autor. O trabalho explica como os corpos se movem (são as três leis de Newton) e descreve a força gravitacional. É considerado sua grande obra e a síntese da física clássica.

Dia 8/1711 - Nova cidade - Em Ouro Preto, Minas Gerais: No arraial formado com a exploração do ouro da região, o governador Antônio Albuquerque Coelho (1655-1725) cria a Vila Rica de Albuquerque. Em 1823, o crescimento da região transformaria a vila em cidade e capital da província de Minas Gerais. E seu nome mudaria para Ouro Preto.
Eu me lembro
“Aos oito dias do mês de julho do ano de mil setecentos e onze, (...) o senhor governador determina erigir neste mesmo arraial uma nova povoação e vila, para que seus moradores e os mais de todo o distrito possam viver arreglados e sujeitos com toda alva forma às leis da Justiça, (...) supondo não achava o sítio muito acomodado atendendo às riquezas que prometiam as minas, que há tantos anos se lavram nestes morros e ribeiras.”
Trecho do documento que criou a vila

Dia 13/1793 - Punhalada no coração - Em Paris: Líder jacobino durante a Revolução Francesa, Jean-Paul Marat é assassinado pela jovem Charlotte Corday com uma punhalada no coração. Quando foi atacado, Marat estava em sua casa, tomando banho em uma banheira. Corday seria julgada pelo tribunal revolucionário e condenada à morte na guilhotina.

Dia 14/1899 - Acre independente - Em Puerto Alonso, no Acre: Em uma reunião realizada às 9h, com a presença da população e de todos os membros da Junta Revolucionária do Acre, o espanhol Luiz Galvez, representante do grupo nos estados do Pará e Amazonas, faz um discurso e transforma o território, que pertencia à Bolívia, na República do Acre. No mesmo dia, ele é escolhido para ser o presidente local, cargo que ocuparia até dezembro daquele ano. Em 1903, o Acre seria incorporado pelo Brasil.

Postagens mais visitadas deste blog

HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL PERÍODO JESUÍTICO (1549 · 1759)

Analise do quadro Monalisa de Leonardo da Vinci

Lançado o computador pessoal Apple Lisa