Primeira Guerra Mundial completa um século de história em 2014

No começo de 1914, maioria não fazia ideia do que estava por vir. Guerra matou nove milhões de pessoas e causou tragédias geopolíticas. 
No começo de 1914, os europeus estavam otimistas e a maioria não fazia ideia do que estava por vir. Há 100 anos o mundo entrou em guerra – a Primeira Guerra Mundial , chamada na época a grande guerra, matou nove milhões de pessoas. E até muito mais, segundo a revista The Economist, se forem levadas em conta as tragédias geopolíticas que se seguiram ao conflito.
Caso da revolução soviética, a ascensão de Hitler, as guerras do Oriente Médio; o pesadelo  dos regimes comunistas da Ásia, como o do Camboja, que matou dois milhões de pessoas; o comunismo maoísta chinês, cujas condenações e execuções  ressoam até hoje na Coreia do Norte.
E no entanto, 100 anos atrás o mundo parecia estar perto de um período de paz e prosperidade, com invenções que iam mudar a vida das pessoas.
O telefone, o automóvel, os trens, a luz. Hoje o que se vê de novo são impérios e alianças se formando. China, Japão, Coreia do Sul e países da Europa como Reino Unido, se rearmando. Os Estados Unidos traçando uma estratégia de defesa no Pacífico.
No Oriente Médio, um Irã com tecnologia nuclear desfaz alianças antigas e cria novas. Todas com o temor de um mundo instável. Apesar dos avanços da tecnologia, depois da Segunda Guerra, houve uma paz relativa que durou até agora. Mas com muita tensão. E uma desigualdade mostrando na África, por exemplo, que várias guerras estão por terminar.

Postagens mais visitadas deste blog

HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL PERÍODO JESUÍTICO (1549 · 1759)

Analise do quadro Monalisa de Leonardo da Vinci

Lançado o computador pessoal Apple Lisa