Cantora Cássia Eller morre de maneira repentina

O ano de 2001 foi um dos mais produtivos e também o da morte da cantora Cássia Eller. Pouco antes da virada do ano, no dia 29 de dezembro, ela sofreu um repentino infarto do miocárdio aos 39 anos, no Rio de Janeiro. Foi levantada a hipótese de overdose de drogas, mas a suspeita acabou descartada após laudos periciais.
Cantora Cássia Eller morre de maneira repentina - The History Channel BrasilA notícia chocou os fãs. A morte de Cássia aconteceu dias antes de um show programado na Barra da Tijuca, durante a virada do ano. Antes, no começo daquele ano, ela se apresentou no Rock in Rio III e, entre maio e dezembro, fez quase 100 shows. Ainda em 2001, gravou um DVD, o Acústico MTV.
Nascida no dia 10 de dezembro de 1962, Cássia Eller tinha como marcas sua potente voz e uma grande presença de palco. Ela começou a ficar conhecida em 1989, quando foi contratada pela gravadora PolyGram. Sua primeira participação em disco foi em 1990, no LP de Wagner Tiso chamado "Baobab". Depois de assumir a postura de intérprete (ela compôs apenas três músicas), Cássia Eller cantou canções de compositores como Cazuza, Renato Russo, Caetano Veloso, Chico Buarque, Nando Reis e Arrigo Barnabé. Também cantou clássicos do rock, como músicas de Jimi Hendrix, Rita Lee, Beatles, John Lennon e Nirvana.
Homossexual assumida, Cássia Eller morava com a parceira Maria Eugênia Vieira Martins, que criava o filho da cantora, Francisco. O menino, apelidado de Chicão, nasceu de um relacionamento com o baixista Tavinho Fialho. O pai morreu meses antes do nascimento do menino, vítima de um acidente automobilístico.

Postagens mais visitadas deste blog

HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL PERÍODO JESUÍTICO (1549 · 1759)

Lançado o computador pessoal Apple Lisa