Analise do quadro Monalisa de Leonardo da Vinci

Analise do quadro de Leonardo da Vinci: Mona Lisa

Leonardo da Vinci foi um grande personagem do Renascimento se destacou tanto na pintura como na escultura, ciências, matemática e demais áreas do conhecimento, ele em meados de 1503 iniciou e terminou entre três e quatro anos após o seu inicio, a pintura do quando que hoje é o mais conhecido quando do mundo, o quadro de Mona Lisa ou Gioconda.
A pintura do quadro correu em pleno ápice do Renascimento Cultural, neste quadro apresentam características deste movimento cultural, Leonardo da Vinci expõe toda sua percepção de artística neste quadro renascentista: Podemos obter algumas informações primordiais durante analise desta obra, há em evidencia o homem ao centro da obra e não a natureza típica tendência do período medieval (Antropocentrismo), há uso do claro-escuro que é pintura que há áreas iluminadas e outras na sombra esse jogo de contrastes reforça a sugestão de volume dos corpos.
Além destas características podemos ainda destacar e dar ênfase do realismo da pintura, pois os artistas renascentistas passaram a ver o homem como a expressão mais grandiosa do próprio Deus e não mais admirador de suas obras, a o uso da perspectiva que é o uso dos princípios matemáticos e geométricos na arte, a presença marcante da modelo em relação à paisagem o plano de fundo do quadro.   
É nesta obra que Leonardo da Vinci melhor concebeu a técnica do sfumato que é um termo criado por Leonardo da Vinci para se referir à técnica de pintura em que sucessivas camadas de cor são misturadas em diferentes gradientes de forma a passar ao olho humano a sensação de profundidade, forma e volume.

Postagens mais visitadas deste blog

HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL PERÍODO JESUÍTICO (1549 · 1759)

Lançado o computador pessoal Apple Lisa